A expressão “fechar com chave de ouro” definiu a noite desta segunda-feira (30) durante o último dia do RioMar Jazz Fest. A programação que teve início às 18h, gratuitamente, na Praça de Alimentação do mall, contou com a presença do pianista pernambucano Amaro Freitas e da supertalentosa  cantora britânica Jesuton.

Jesuton solta a voz no último dia do RioMar Jazz Fest

Amaro Freitas marcou a apresentação com músicas experimentais, de base instrumental, e mostrou completo domínio do jazz. Acompanhado por bateria e contrabaixo, o pianista exibiu um repertório composto de muita originalidade, misturando o ritmo já consagrado com sonoridades regionais, a exemplo do frevo.

O impacto de tanta musicalidade foi de uma plateia atenta ao que viria em seguida ante tamanha imprevisibilidade musical. E a expectativa criada foi imediatamente atendida por um nome inesquecível: Jesuton.

A atmosfera instrumental foi quebrada por uma voz vigorosa e a ao mesmo tempo suave, que ressoou pelo lugar e encontrou abrigo no coração de um público estupefato. Facilmente se viam olhos fechados e gente balançando, como se estivesse guardando a música para si. Um presente, claro.

Dona de uma presença de palco marcante, a cantora alternou entre músicas autorais, cantadas em português e inglês, e clássicos do jazz e blues internacionais. Esbanjando confiança, Jesuton impressionou com uma versão de “Say My Name”, de Destiny´s Child, e arrancou exclamações de aprovação do público com “Back to Black”, de Amy Winehouse. Foi impressionante.

Quer saber mais detalhes de como foram os demais dias do festival? É só clicar em qualquer link abaixo:

RioMar Jazz Fest agrada o público na primeira noite

RioMar Jazz Fest tem noite de celebração

RioMar Jazz Fest vive momento épico neste domingo