Sabe música? A combinação entre acordes, notas e ritmo? Pois, então, ela foi a grande homenageada neste domingo (29), durante o RioMar Jazz Fest, que teve início às 17h, gratuitamente, na Praça de Alimentação do mall. Com apresentações memoráveis, como a Odery Experience, que abriu a noite e reuniu alguns dos melhores bateristas do Brasil, e o show de George Israel, um “monstro” do saxofone, que trouxe para o palco convidados de peso como Kenny Brown e o maestro Marcelo Martins, o festival presentou o público com um dia épico.

Dando início ao evento, um exemplo de talento e persistência. Mr. Odery e o seu filho mais velho, Maurício, explicaram à plateia o árduo caminho da famosa marca de baterias, desde o começo incerto, de muita simplicidade, até os dias atuais, cujo nome é referência mundial para o instrumento.

Em seguida, Alexandre Cunha e banda já davam os indícios do que seria a noite, de muita música de qualidade tocada por quem sabe. Os músicos trouxeram para o jazz toques de regionalismo, inclusive, com uma canção de Dominguinhos. A referência aos ritmos tocados no Nordeste seguiu com Ramon Montagner e depois com Carlos Bala, um ícone entre os bateristas, que junto com o seu colega há mais de 20 anos, o maestro Marcelo Martins, deu um show à parte. Os dois mostraram o que é um casamento perfeito entre o saxofone e a bateria, como se os dois instrumentos declamassem juras de amor.

A harmonia, aliás, foi um detalhe que fez toda a diferença durante os shows. Quem assistiu a Tambora 3 deve estar se perguntando até agora como é possível três bateristas juntos conseguir passear com tanta propriedade entre ritmos diferentes. Além disso, o trio ainda prestou uma homenagem ao povo pernambucano tocando maracatu. Quem estava presente viu o RioMar ferver.

Foi a deixa pra George Israel incendiar de vez o lugar. O músico, com muito alto astral, puxou clássicos do rock brasileiro e num dos vários momentos marcantes do show desceu para junto do público, que neste momento já estava em êxtase. O artista ainda surpreendeu a todos quando convidou ao palco Kenny Brown, o maestro Marcelo Martins, o baterista Carlos Bala e o gaitista João Vilela. O que se viu e sentiu foi inesquecível, ora com a guitarra dando o tom, ora o sax, por vezes a gaita e também a bateria.

O blues e o jazz foram homenageados à altura. A música foi a grande estrela da noite. E que noite!

Nesta segunda-feira (30), o festival continua a partir das 18h com o pianista pernambucano Amaro Freitas. Além dele, ainda sobe ao palco a cantora britânica Jesuton, que este ano já se apresentou no festival Lollapalooza. O mall funciona no horário normal, das 9h às 22h.

https://vivariomarrecife.com.br/agenda/riomar-jazz-fest-movimenta-o-riomar-recife-em-abril/