O nosso planeta, que também é a nossa casa, já vem emitindo sinais de desgaste há algum tempo. As enchentes, as mudanças climáticas e o superaquecimento são apenas alguns exemplos dos efeitos causados pela intervenção humana. Por isso, o debate em torno de ações sustentáveis é urgente, assim como a mudança de postura em relação à Terra.

Grupo JCPM lança manifesto pela sustentabilidade

Uma opinião unânime entre os especialistas sobre o tema é que toda transformação tem início com as pequenas atitudes no dia a dia. Uma delas é usar menos o carro e optar por alternativas menos poluentes, como o uso da bike, por exemplo. Para se ter uma ideia do dano causado pela utilização do transporte motorizado, 65,6% de todas as emissões de carbono da cidade do Recife são provenientes do setor de transporte, segundo o 1º Inventário de Emissões de Gases de Efeito Estufa para a Cidade do Recife.

Outro efeito positivo para escolher o modal é que a bicicleta contribui para a mobilidade e evita o estresse causado por passar horas “preso” nos engarrafamentos. Segundo a pesquisa Perfil do Ciclista Brasileiro, realizada pela ONG Transporte Ativo, 42,9% da população considera “rapidez e praticidade” o principal motivo para adotar a magrela como modo de locomoção.

No Recife, o ciclista conta com uma rede ciclável de 41,6 km distribuídos entre ciclovias, ciclofaixas e ciclorrotas. Além disso, aos domingos e feriados, a cidade adota a Ciclofaixa de Turismo e Lazer, que funciona das 7h às 16h, em um total 36,5 quilômetros de faixa exclusiva. É uma ótima alternativa para quem está iniciando as primeiras pedaladas, já que é bem sinalizado e conta com monitores ao longo dos 31 bairros da Cidade cortados pelo equipamento.

Vale lembrar que o Código de Trânsito Brasileiro determina como equipamentos obrigatórios para as bicicletas, a campainha, a sinalização noturna (dianteira, traseira, lateral e nos pedais), e o espelho retrovisor do lado esquerdo. Também é importante saber que apesar de não ser obrigatório, o capacete é recomendado e de fundamental importância para a preservação da vida. Da mesma forma, o uso das cotoveleiras e as joelheiras.

E, então? Que tal experimentar deixar o carro em casa e ir de bike? Uma dica: começar por pequenos trajetos, como ir à padaria, ao banco ou a casa daquele amigo próximo.

Evento Conexão Sustentável convidou público a refletir sobre o amanhã, hoje