*Por Jussara de Paula

Margeando parte do Recife e com existência nas regiões costeiras do Brasil, o manguezal é um ecossistema que ocorre nas regiões tropicais e subtropicais do planeta, na transição entre o ambiente terrestre e o marinho, em locais protegidos da ação das ondas e lugar de encontro da água doce dos rios com a água salgada do mar. Esse ambiente possui características únicas, como tipo de vegetação (flora), animais (fauna) que lá habitam ou se reproduzem e o tipo de solo.

Grande parte destas especialidades está relacionada com a salinidade da água, que varia conforme a movimentação das marés. Quando cheia, a concentração de sal aumenta na água. Quando a maré está baixa, ocorre o contrário. Com essa mistura, a água do manguezal se torna, então, salobra (nem totalmente doce, nem totalmente salgada).

Outra característica deste ecossistema é o tipo de solo. A “lama” do manguezal é rica em matéria orgânica em decomposição, proporcionada também pela movimentação das marés, resultando neste local um cheiro bem marcante.  Em função da grande disponibilidade de nutrientes, se tornam ambientes propícios para a reprodução de diversas espécies marinhas, elevando a importância dos manguezais para “grandes berçários naturais”.

*Jussara de Paula é analista de meio ambiente do RioMar Recife.