Por Carmen Peixoto* 

A atividade que você desenvolve como estudante ou profissional lhe obriga a apresentar trabalhos, dirigir reuniões ou mesmo fazer palestra para um grande público. Você já planejou, pesquisou, domina o assunto, mas aquela sensação de medo não lhe abandona. E as dúvidas surgem: onde coloco as mãos ou para onde devo olhar ?

Sensação de medo

Ficar nervoso ao falar em público é comum nas primeiras vezes. Pode ser apenas uma prova oral na faculdade ou uma entrevista de seleção para um cargo que você pleiteia, mas a sensação de insegurança é tão intensa que, às vezes lhe impulsiona a falar em demasia ou a responder apenas com monossílabos. O impacto com o público será bem melhor se houver um preparo antes: Vá para frente do espelho e converse com sua imagem ali refletida. Preste atenção nos gestos e no seu tom de voz. Transforme sua ansiedade em novo desafio para você superar esses obstáculos. Pense que esta é uma oportunidade para mostrar seu conhecimento, mas observe os cuidados a tomar.

Gestos que transmitem insegurança

Observe sua postura antes de falar com o público, respire, entre com passos firmes e um sorriso no rosto e evite gestos que transmitem insegurança como esconder as mãos no bolso, abotoar ou desabotoar o blazer, gesticular com uma caneta na mão, adotar vícios de linguagem como “aí”, “não é”. Lembre-se: nunca peça desculpas por não estar à altura, pois as pessoas esperam que você desenvolva o conteúdo de sua palestra da melhor forma.

O tão sonhado emprego

O que pode distrair o público durante sua fala

Gestos repetitivos, o fungar ou pigarrear, roer as unhas enquanto fala, piscar os olhos várias vezes, passar a mão no nariz, segurar os óculos, passar constantemente as mãos nos cabelos. São manias que interferem na comunicação.

Cuidados a serem observados diante do público

Confortável diante do público você só vai se sentir depois que observar o nível de reação das pessoas ao que diz. Isso ocorre após alguns minutos de sua fala, quando o início do texto prende a atenção e o assunto interessa ao público. E para ajudar observe as dicas abaixo:

» Familiarize-se com o assunto
» Fale dentro do tempo que lhe foi concedido
» Teste o que vai utilizar para evitar imprevistos como: som e data show
» Se precisar de púlpito coloque-o numa posição que possa ser visualizado por todos
» Leia bastante para tirar os olhos do papel de vez em quando
» Use um tom coloquial, mas valorize o que é importante
» Conte histórias e cite exemplos
» Se não precisar de texto, movimente-se, aproxime-se mais das pessoas , olhe para quem está à sua direita, no centro e à sua esquerda. Não fixe a atenção em determinado ponto.

*Carmen Peixoto é jornalista e instrutora de etiqueta profissional e social