Público do RioMar se encanta com apresentação de ópera

Público do RioMar se encanta com apresentação de ópera

Palmas e muita contemplação. Assim foi o recital de Natal com a Academia de Ópera e Repertório da UFPE e a Sinfonieta UFPE, que iluminou o público neste sábado (8), feriado de Nossa Senhora da Conceição. A apresentação de música clássica reuniu pessoas pessoas de todas a idades, gratuitamente, na Praça de Alimentação do RioMar Recife.

 

O evento teve muitos olhares admirados. Foi o caso do cartunista Alfredo Karras e sua esposa Cynthia Lombardi. “Sentimos falta de mais oportunidades como essa para apreciar a música clássica. Fomos muito bem recebidos aqui no RioMar e assistimos o show em um ótimo lugar. Foi Incrível”. Disse o casal de cadeirantes, que assistiu ao show em lugar especial reservado para eles.

A pedagoga Valdenize da Silva saiu do show sorridente e satisfeita: “Eu não sabia que eles estariam se apresentando, fui pega de surpresa quando estava passeando no shopping. Foi uma excelente apresentação! Tudo muito lindo”.

Ao contrário do que muita gente pensa, os jovens também são verdadeiros amantes de ópera. Os namorados Letícia Vasconcelos e José Lucas Sobreira fizeram questão de vir: “Escuto música clássica desde pequena por causa dos meus pais. Eles adoram e eu também gosto muito!”, destacou Letícia. Já Lucas, disse: “Me impressiono com a complexidade da música e a sintonia deles com os instrumentos e o maestro”.

 

Natal Musical do RioMar tem atrações até o dia 24 de dezembro

Mais sobre a Academia de Ópera da UFPE

Os grupos são formados a partir de dois projetos de extensão universitária desenvolvidos no Departamento de Música da universidade pelo maestro Wendell Kettle. A iniciativa desenvolve e fortalece a prática da música coral-sinfônica e operística no estado com a participação dos cantores e instrumentistas locais. A Sinfonieta privilegia a interpretação do repertório brasileiro para orquestra e a Academia de Ópera e Repertório trabalha um programa de óperas diversas, com ênfase na produção nacional.

 

 

Deixe seu comentário