Com simpatia e doçura, Larissa Manoela encanta crianças no RioMar

Whatsapp Facebook Twitter Linkedin Email
Fotos: Paloma Amorim/especial para o RioMar

Ela tem apenas 17 anos e já aculuma seis filmes, novelas e peças teatrais, sem contar a carreira musical. Nasceu em Guarapuava, no interior do Paraná. Mas aos 4 anos, quando foi descoberta por um olheiro (profissal em busca de novos talentos para a TV e passarela), ganhou a simpatia de crianças de todo o Brasil. Essa é Larissa Manoela, que fez jus aos fãs que lotaram as duas sessões do evento Encontro com Larissa Manoela, que abriu a temporada de shows de férias do RioMar Recife.

Larissa, muito doce e simpática, subiu ao palco dizendo que fazia tempo que não vinha ao Recife e não imaginava encontrar um teatro tão lotado. Agradeceu o carinho dos fãs e também a doação da renda dos ingressos para as crianças do Núcleo de Apoio à Criança com Câncer (Nacc). Vinte e seis delas estavam presentes. “É muito bom quando a gente faz o bem. Essas crianças precisam não apenas da nossa ajuda, mas de um pouco de alegria também. Obrigada por proporcionar isso a elas”, disse.

A diretora do Nacc,  Arli Melo Pedrosa, reforçou a importância do gesto.  “As crianças estão em estado de graça. Primeiro, quero agradecer agradecer ao RioMar, e também a Larissa. Uma ação como essa faz uma diferença total na vida dessas crianças. Quando a gente as tira da rotina do tratamento, faz um bem enorme”, destacou.

Logo depois, veio o bate-papo com Larissa, que respondeu superbem as perguntas, dando, inclusive, bons conselhos às crianças. Larissa terminou a participação cantando três músicas: Boy Chiclete, Meu Pacto (música do filme estrelado por ela, Meus 15 anos) e Fugir Agora. Em muitos momentos, a cantora deixava de cantar, deixando as crianças cantarem por ela. Lindo ver as vozes infantis e os bracinhos levantados na plateia.

Perguntas e respostas 

1. Como você descobriu que queria seguir a carreira de atriz?

Fui descoberta aos 4 anos, na minha cidade. Sempre gostei muito de novela, cantava em karaokês. Mas meus pais não entendiam, não sabiam se essa era mesmo a minha vontade. Fui descoberta no Projeto Passarela. Numa cidade pequena, a gente não tem muita oportunidade. Fiquei ainda dois anos indo e vindo para São Paulo e Rio de Janeiro. Recebi muitos “sims” e muitos “nãos”, que me fizeram crescer.

2. Maiores desafios

Nada cai do céu. O importante é nunca desistir. Nosso porto seguro, que são os nossos pais, devem estar sempre presentes. Eu estava na 2ª série quando fui morar em São Paulo. Foi muito difícil deixar os meus amigos e professores. Deixar os meus parentes.

3. Coisa mais engraçada que já ganhou de um fã

Já recebi um presente inusitado: ganhei uma vaca, uma vaca mesmo. Foi meu primeiro evento. Eu cantei numa cidade e, depois, um fazendeiro me deu uma. Eu já tenho três vacas. Todas levam nomes de personagens. A primeira se chama Justine (mãe de Larissa no filme O Palhaço), Malu (personagem do longa Fala sério, mãe!) e Mirela (da novelinha As Aventuras de Poliana).

4. Primeiro autógrafo

Escrevi uma carta para dar um autógrafo. Foi quando minha mãe falou “Larissa, você não pode escrever tanta coisa, não tem muito tempo”. Até hoje não tenho assinatura. Meu autógrafo virou LM e uma estrela, que todo mundo conhece.

5. Trabalho e estudo

Eu me formei no ano passado no ensino médio. Sempre consegui muito bem conciliar trabalho e estudo. No SBT, sempre cobram rendimento escolar dos atores mirins. Ano que vem, vou entrar na faculdade. Tenho vontade de cursar cinema. O cinema me despertou uma vontade muito grande quando vi Selton Mello dirigindo. Fiquei encantada por este mundo além da atuação sabe?!

6. Rede social preferida

Uso muito o Instagram. Mas tenho face, Twitter, Snapchat… estou planejando lançar meu canal no YouTube. Em breve, vocês terão mais esta novidade.

7. Inspiração

No meio artístico, quem mais me inspira é a Selena Gomez (cantora e atriz mexicana, que estreou ainda criança e fez sucesso no Disney Channel). Ela é excelente, uma referência porque atua, canta, produz. A transição dela de menina para mulher foi bem sutil. Eu me inspiro muito nela para fazer essa transição também. Aqui no Brasil, minha maior inspiração é o Selton Mello.

8. Trabalhos na TV e no cinema

Carrossel foi minha segunda novela, que me projetou. Mas a primeira foi Corações Feridos, também no SBT. Carrossel foi um divisor de águas na minha vida (quando viveu a personagem esnobe Maria Joaquina). Apesar de toda questão que tinha, o preconceito da personagem, as crianças gostavam dela e aprenderam bastante também. Cúmplices de um Resgate foi o principal desafio da minha carreira. Tive que interpretar, na verdade, quatro personagens (Larissa viveu gêmeas que trocavam de papéis). Agora estou com As Aventuras de Poliana e a Mirela ainda vai aprontar muito viu?!

Fala Sério, Mãe! foi meu último longa. Contracenar com a Ingrid Guimarães foi genial. Ela me ensinou muito. Foi o primeiro filme que tive espaço para falar como poderia ser meu personagem, sem fugir do roteiro. Posso adiantar que vem o 2. E já tem uns doze filmes por aí, que a gente tá estudando. A gente vai começar a gravar primeiro em dezembro. Vou me virar nos 30 porque ainda estarei com a novela.

9. Lugar que mais marcou

Conheço quase todo o Brasil. Só falta Acre e Roraima. Eu conheço os meus fãs, principalmente pelas redes sociais, mas não conheço muito o Brasil. Umas das viagens mais incríveis e que me marcou muito foi para a Disney, sempre adoro voltar pra lá. Inclusive, tenho uma casa lá que é aberta para visitação dos fãs quando não estou. É uma forma das pessoas conhecerem minha rotina.

10. A fama

Estou bastante acostumada. Mesmo quando eu não estou no ar, essa galera toda me segue e me conhece. Eu amo estar pertinho de cada um e ter esse contato direto. Eu fico muito feliz. Eles são um presente na minha vida. Mas tem o ônus também. Eu digo para os meus fãs sempre ficarem atentos aos perfis oficiais para não cair em enganação.

11. Empoderamento feminino

Acho muito importante elevar o poder que a mulher tem. Hoje sou adolescente, mas no final do ano, estou virando mulher, com a maioridade. As mulheres na minha profissão conseguem se posicionar muito bem. O meio não é fácil, é muito ego. A mulher ainda tem essa dificuldade de mostrar o seu lado. Mas juntas conseguimos fazer muito mais.

12. Lazer

Meu trabalho é minha maior diversão. Mas lógico que tenho momentos de lazer. Eu gosto de passear. Vou muito a shoppings, cinema, assisto a muito a filmes com Léo, o meu namorado (que inclusive, veio para o Recife com Larissa). Gosto de ler livros. Ficar com meus cachorros. Eu tenho 8. Sempre dou muita risada com eles. Gosto de ser a Lari que as pessoas veem mais nas redes sociais, divertida. Eu sou essa menina que está crescendo e que está com medo de fazer 18 anos.

13. Maior objetivo

Sempre fazer o melhor. Sempre me cobro muito. Sou capricorniana, exijo muito de mim. Quero estudar muito para alcançar meu maior objetivo que é estar sempre melhorando.

14. Conselhos

Sei que tem muita gente que deseja seguir a minha carreira. Mas independente da profissão, a gente nunca pode desistir. Ter o apoio dos pais, da família e colocar tudo nas mãos de Deus, que Ele sempre tem o melhor para nossas vidas. A gente sempre tem que se reerguer com os “nãos”. A gente sempre tem que correr atrás, nunca desistir e nunca parar de sonhar.

15. Novidades

Estou voltando ao estúdio agora para gravar meu novo CD, que terá uma tour que com certeza virá para o Recife. Tem o filme que vamos começar a rodar no segundo semestre, o canal do youtube que me cobravam muito e que já já estará no ar. E também minha coleção para a Riachuelo. Roupas que escolhi e fiz com muito carinho.

Os fãs

“Eu gostei porque ela falou muito sobre ela. Larissa é muito meiga e divertida”. Maria Julia Moraes, 9 anos.

“Eu gosto de Larissa desde pequena. Não perco um capítuco da novela As aventuras de Poliana. Não perderia por nada ela aqui”. Laura Sales, 9 anos.

“Desde os 6 anos de idade sou fã de Larissa. Fui a um show no Centro de Convenções, quando tinha 9 anos, mas queria ver ela de pertinho. É meu sonho desde os 6 anos de idade. Foi um sonho realizado. Valeu a pena a espera”. Maju Negri, 12 anos.

“Sou fã de Larissa desde Carrossel. Já assisti a todos os filmes. Eu dei um grito quando minha mãe disse que eu poderia vir”. Maria Luiza Mergulhão, 9 anos

Shows para todas as idades na Temporada de Férias do RioMar



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *