Especial baristas do RioMar: latte art, um café com arte
Fotos: Thays Martins/RioMar Recife

Especial baristas do RioMar: latte art, um café com arte

Por Thays  Martins
Do RioMar Recife

Já se foi a época em que as pessoas frequentavam cafeterias apenas para tomar um café e ir embora. Afinal, um bom café, além do sabor, pode entregar algo à mais: a experiência. É um ambiente aconchegante, uma bebida bem feita e saborosa como também a experimentação sensorial que é receber um belo café. É essa a premissa do latte art, um café com arte que Fábio Melo, barista do Coffeetown, cafeteria localizada no Piso L2 do RioMar Recife.

Vem aí 7ª edição do Circuito do Café RioMar

O latte art nada mais é que os cafés com desenhos ou formas feitos no café com leite vaporizado. Não se sabe ao certo de onde surgiu essa técnica. No entanto, o latte art começou a ganhar popularidade nos anos 80 e nos últimos anos ganhou ainda mais força com a propagação dos registros nas redes sociais, como comprova a pesquisa da Foresight Factory onde comprova que, desde 2015, as postagens de café fotogênico no Instagram aumentaram 4.500%.

Fábio Melo, barista líder do Coffeetown explicou para o Viva RioMar que antes de tornar-se barista tomava café mas não apreciava nem o conhecia. Ao ir conhecendo os sabores e aprofundando a apreciação, um novo universo se abriu. 

Ao se profissionalizar, em uma das campanhas no Coffeetown, o Festival do Frapê, Fábio criou uma combinação de um frapê de laranja onde o frutado e o cítrico era o que se sobressaia. “Eu não posso tomar leite porque sou intolerante. Então, criei uma bebida que, mesmo tendo o leite como base, que é o caso do frapê, era algo mais sutil, com pouco leite, onde o sabor escolhido foi a laranja.”

Essa foi uma criação que trouxe muito do seu eu com restrições alimentares. Mas, para esta ocasião, a bebida escolhida foi uma que ele aprecia, mesmo sem beber, que é o latte art. Assim, a bebida foi o clássico capuccino com a arte feita com o leite vaporizado, uma arte na qual pode ser apreciada com os olhos e que você pode conferir no Coffeetown.

 

Deixe seu comentário