Comportamento: anonimato não existe na internet
Foto: Pexels/Divulgação

Comportamento: anonimato não existe na internet

Por Carmen Peixoto

Ninguém pense que pode se esconder por trás da tela de um computador ou que vai permanecer no anonimato e falar o que quiser. Puro engano, o anonimato não ocorre na internet. Então, cuidado com agressões verbais, ameaças, comentários negativos como preconceito. Você pode até arranjar adeptos às suas atitudes mas, para a maioria, sua imagem pessoal torna-se negativa. Para elucidar melhor essas questões conversamos um pouco com a jornalista Carmen Peixoto que falou sobre como se comportar nas relações online.

Carmen Peixoto fala sobre a Etiqueta da Gripe

De que modo a etiqueta ajuda a organizar a comunicação na internet?

A etiqueta cumpre o papel de intermediar uma boa comunicação na vida virtual. Com a dificuldade que a gente tem de interpretar emoções e conotações na web, a etiqueta cumpre um papel importante. Ela divulga normas gerais de bom senso, de atitudes que proporcionam o uso da internet de forma eficiente e mais agradável. É importante ressaltar que em alguns casos, o descumprimento dessas regras pode significar a perda de grandes oportunidades. Por exemplo, irritou-se com um comentário sobre sua pessoa, acalme-se e só no dia seguinte responda racionalmente.

Participar ou não de grupos nos quais as pessoas agridem e ofendem outros?

Já se tornaram rotineiros o aparecimento de casos de agressão verbal, violência, ameaças e preconceito na internet. Por estarmos atrás de uma tela de computador, temos a falsa sensação de que estamos impunes, protegidos pelo anonimato e que a internet se torna um espaço aberto para falarmos o que quisermos, da maneira que quisermos e para quem quisermos. Na realidade, isso não é assim. Se alguém for ofendido, não se deve revidar e criar um debate online, pois isso dificilmente acabará. O melhor caminho é ignorar. Durante as campanhas eleitorais de 2018, por exemplo, amigos e parentes se ofenderam. Pra quê isso? A vida continua. Devem ser respeitados direitos civis e privacidade.

Como o profissional deve agir nas mídias digitais?

Primeira coisa, não fale mal de um colega de trabalho, nem comente negativamente sobre como está se sentindo na função que ocupa. Isso repercute mal. Assuntos como esse só no ambiente de trabalho, com pessoas do setor que possam lhe ajudar. Outra regra importante: não fale ou discuta assuntos polêmicos.

Carmen Peixoto é Jornalista de Relações Institucionais do RioMar Recife

Deixe seu comentário