Diz o ditado que uma imagem vale mais que mil palavras. Isso nunca foi tão verdadeiro como hoje, tempo de Instagram, Pinterest, Lives, Selfies e Snaps. A novidade é que as fotografias agora estão extrapolando o meio digital e os porta-retratos e subindo pelas paredes das casas. Decorar com fotografias, em ampliações gigantes, no lugar de quadros tradicionais é uma tendência que vem crescendo desde o ano passado. Sabendo usar, fica lindo e muito impactante!

Para acertar o tom, basta seguir algumas dicas da decoradora Cecilia Dale, que tem loja no Piso L2 do RioMar:

1. Escolha uma imagem que traga uma emoção positiva

Para um cantinho que inspira paz, como o de meditação, por exemplo, imagens mais tranquilas.

2. Ao fazer composições, agrupe temas semelhantes

O grupo de fotos com tema de natureza traz a paisagem para a parede, criando janelas de tranquilidade em meio ao caos urbano. Na composição, quadro de bananeira, coqueiros e chorão. Todos fotos ampliadas em papel, com moldura de madeira preta.

3. Junte partes de um todo em trípticos e dípticos

Juntos, os quadros formam três imagens icônicas: o Flatiron Building, primeiro arranha céu de Nova York, a Torre Eiffel, de Paris, e o Big Ben, de Londres.
Paisagens duplas também fazem boas composições. As da foto são fotografias P/B impressas sobre tela, com moldura de madeira.

4. Fotos com interferências apagam o limite entre obra de arte e registro fotográfico

Aqui, a fotografia da cena marinha em preto e branco foi colorida manualmente, criando um efeito “Tecnhnicolor”. Pintura e foto em um casamento feliz.
A foto de bicicletas estacionadas em Amsterdam, com filtro sépia, foi impressa sobre uma tela de pintura (canvas), o que deu uma textura diferente e original ao quadro.

Fonte: Blog Cecilia Dale

Urban jungle: leve o verde para dentro de casa