Tiradentes: saiba quem foi esse herói nacional
Foto: Getty Images

Tiradentes: saiba quem foi esse herói nacional

Por Júlio Rebelo
Do RioMar Recife

Quando se fala em heróis rapidamente vem à cabeça as pomposas produções hollywoodianas. No meio delas, homens que voam e mulheres que assumem a forma de outros seres humanos arrancam gritos de admiração entre as plateias do mundo todo. E assim, talvez, os heróis reais acabam caindo no esquecimento do grande público. Por isso, vale a pena aproveitar o feriado de Tiradentes, comemorado nesta quarta-feira (21), para relembrar quem foi esse herói nacional.

Feriado de Tiradentes com RioMar aberto em horário especial

Sim, Joaquim José da Silva Xavier, nascido em Minas Gerais, era um homem comum que por sua incansável busca pela justiça virou um herói brasileiro. Joaquim nasceu em 12 de novembro de 1746, durante o Brasil Colonial, e tentou a sorte como tropeiro (condutor de tropas de animais, transportadoras de mercadorias), minerador e mascate (mercador ambulante), fracassando em todas elas. Também arriscou ser dentista amador, fato que lhe rendeu o famoso apelido pelo qual é conhecido até hoje, Tiradentes.

Contudo, a única profissão que lhe rendeu estabilidade foi o posto de alferes – patente abaixo da de tenente, em um braço militar subordinado à Coroa Portuguesa. Apesar de não ser um intelectual, Tiradentes interessava-se por escritos políticos, e logo percebeu que a sua situação, bem como a dos seus conterrâneos, estava sofrendo a influência negativa do Império Português.

Impostos excessivos, cobranças abusivas e até agressões físicas fizeram com que Tiradentes reunisse outros inconformados com aquela condição. Juntos, o grupo passou a planejar um movimento que entraria para a história do Brasil com o nome de Inconfidência Mineira.

No entanto, o plano foi descoberto antes que os inconfidentes conseguissem coloca-lo em prática. É que Joaquim Silvério dos Reis, em troca do perdão de dívidas com a Coroa, entregou os seus ex-aliados da Inconfidência Mineira. Assim, em 21 de abril de 1792, Tiradentes foi condenado à forca, após assumir sozinho a culpa por toda a conspiração.

No entanto, sua morte acabou tendo uma forte repercussão simbólica em anos posteriores, principalmente na Proclamação da República, em 1889. Dessa forma, Tiradentes deixou como legado os ideais liberais e republicanos no Brasil, alçando a condição de mártir da liberdade, mito e herói do povo brasileiro.

Deixe seu comentário