Uma noite de puro romantismo para elas. Adilson Ramos, 58 anos de carreira, uma hora e quarenta minutos de show. Esse foi o presente antecipado do RioMar para as mulheres, a grande maioria do público que lotou o mall neste feriado da Data Magna. Um presente para dona Severina Josefa da Silva, de 66 anos, que chegou ao shopping às 16h e sentou na frente do palco. “O acompanho em todos os lugares”, disse.

Dona Severina foi ao primeiro show de Adilson Ramos há vinte anos. Ainda lembra o local: sede do bloco Os Irresponsáveis, no Arruda, onde mora. De quem ela lembra quando canta as músicas do cantor? “Meu amor de sempre, Cícero Lucas”, disse logo. Ela é casada há 48 anos e já curtiu muito os shows do compositor carioca ao lado do marido, mas hoje estava sozinha.

Adilson Ramos é de uma energia contagiante. Aos 73 anos, cantou, pulou, conversou com os fãs. No repertório, composições entoadas ao lado da plateia: Sonhar Contigo, Tão somente uma vez, Olga. Além de músicas de outros românticos inveterados, como Torturas de amor, de Waldick Soriano. O público também foi ao delírio quando ele começou uma sequência de músicas da Jovem Guarda.

Ao lado do palco, uma fã especial. Ivani Ramos, com quem Adilson é casado há 52 anos, era puro sorriso. “Eu acho lindo o amor das fãs pelo artista”, disse. Adilson é tão romântico em casa como é no palco? “Sempre foi. Em tudo. É daqueles homens que levam flores para a mulher. Até hoje”, revelou.

A aposentada Cibele Fragoso, 73, não conseguiu ficar tão perto do palco, mas só de escutar Adilson, disse, já tinha valido a pena a viagem. Saiu da Zona Norte do Recife e, segundo ela, já tinha tido seu presente pelo Dia da Mulher. “Que show lindo! A escolha não poderia ser melhor. Ele é encantador”, falou.

Teve até gente que veio para o RioMar só para dançar, como o casal de amigos Carol Florêncio e Cauby Neto. A dupla, que faz dança de salão em uma escola no Recife Antigo, não parou um minuto. “Dançamos muito bolero e soltinho”, disse Carol.

Depois do show, Adilson ainda recebeu os fãs ao lado do palco, onde tirou fotos. “Quando a gente faz o que gosta, encontra energia. Sempre é contagiante os meus shows aqui no RioMar. Obrigado!”. Os fãs que agradecem, Adilson. Foi lindo! <3