Um dos principais ícones da gastronomia baiana, o acarajé tem roubado a cena no Perini do RioMar Recife. Em toda a rede, o supermercado da capital pernambucana lidera a venda do tradicional bolinho de feijão recheado com vatapá, caruru, camarão seco e vinagrete. São vendidas mais de duas mil unidades por mês.

Toda a produção do acarajé é feita em Salvador, chegando no Recife pronta para o consumo. A receita segue com rigor o passo a passo tradicional, garantindo o sabor característico da autêntica comida baiana, com o mais puro azeite de dendê, presente na preparação e fritura do bolinho de feijão fradinho.

O acarajé pode ser consumido na própria loja ou levado para viagem. A iguaria, que sai quentinha, é servida em um prato com os acompanhamentos à parte, com a opção ainda do toque de pimenta, que fica ao gosto do freguês. A porção com camarão custa R$ 12 e, sem camarão, R$ 10. A especialidade é servida, todos os dias, a partir das 11h30.

Abará

Outro prato tradicional da culinária baiana, o abará também pode ser encontrado no Perini. Ao contrário do acarajé, que é frito no azeite de dendê, o abará é cozido no vapor. Acompanha vatapá, caruru, camarão seco e vinagrete. A porção com camarão custa R$ 12 e, sem camarão, R$ 10.

Abará é o bolinho de feijão cozido no vapor