K-Pop Festival RioMar: conheça cada grupo

K-Pop Festival RioMar: conheça cada grupo

Febre entre os adolescentes, o K-Pop é uma dança coreana que explodiu na Ásia no fim da década de 90. Vinte anos depois, o estilo chegou ao Brasil, e nos dias 27 e 28 de julho, o ritmo invade, mais uma vez, o RioMar Recife, no K-Pop Festival RioMar, onde vários grupos irão se apresentar, gratuitamente, no Piso L3, a partir das 15h. Vão se apresentar atrações como o D.Drop, primeira vez no Nordeste, e NK Project. Serão dois dias de shows, interações, workshops e muita música.

Confira o perfil de cada grupo:

D.Drop

D.Drop é um grupo de danças urbanas e k-pop cover, criado em janeiro de 2018. O foco do grupo é o diferencial em não só fazer cover das coreografias originais dos grupos sul coreanos, mas também em criar coreografias autorais. Atualmente, o grupo é composto pelos dançarinos Cody, Keny e Mau, que administram aulas de dança pela cidade de São Paulo.

NK Project

Prestes a completar 5 anos, o NK Project é um grupo misto, focado em coreografias de pop sul-coreano, que hoje conta com mais de 10 integrantes e duas sub-units: Kiss Me e New Ladies. Participando de concursos de kpop dentro e fora de Pernambuco desde a sua criação, o grupo já possui alguns pódios na bagagem, como o primeiro lugar da edição de 2017 do NE K-pop Contest, concurso anual regional no qual participam grupos de todo o Nordeste. Já os pódios mais recentes foram conquistados no HQPB 2018 e Super-con PB 2019, ambos ocorridos na Paraíba, estado com o qual possui grande identificação. Além dos palcos, atualmente o NK Project também vem investindo na produção de vídeos para o youtube. Mesmo com a ampla variedade de covers já executados ao longo de sua história, as grandes inspirações do grupo são VIXX, iKON e GOT7.

Heirs

O grupo formado há quatro anos é focado em performances de girl groups e são os atuais vice-campeões nordestinos de K-pop. Atualmente é composto por quatro integrantes fixos, mas com amigos que sempre os ajudam, são em torno de doze meninos integrando os vídeos e apresentações do grupo. Em seu bloco, procuram dançar músicas animadas e enérgicas, com uma performance desde o sexy até o power, mas todas femininas e com figurinos marcantes.

Faster Z

O Faster Z é um grupo Dance-Cover de K-pop em Recife, atualmente considerado cover do BTS no Brasil. Formado por sete integrantes, com figurinos fiéis aos originais, especialmente ao do BTS e de outros grupos que fazem cover, com um portfólio recheado de prêmios. Participação no mundial de Kpop “Kpop World Festival” 2018 e 2019, sendo o único grupo a participar dois anos seguidos. O grupo tem feito sucesso por onde passa e tem aumentado seu trabalho com apresentações em workshops e aniversários com coreografias personalizadas, além de aulas de Kpop em academias da capital pernambucana.

Soldiers Dance Group

O Soldiers Dance Group foi criado em 2014, e teve sua primeira apresentação em janeiro de 2015 no Anima Recife. No mesmo ano, fazendo cover de BTS, o grupo conquistou o 3° lugar  no concurso de K-pop do Supercon, o que rendeu uma vaga para o NE K-pop contest. Atualmente, já realizaram mais de 15 apresentações dentro e fora de Recife, e participaram de eventos de interação como o K-meeting e o Running Man. Além disso, o Soldiers Dance Group também conta com solistas.

Girls’ Code

O Girls’ Code teve seu debut em janeiro de 2018 com I Don’t Like Your Girlfriend, do Weki Meki. Atualmente, o grupo foca em coreografias animadas e fortes.

BlackC

O BlackC foi formado oficialmente em fevereiro de 2018, debutando em maio do mesmo ano com 6 membros fixos. Desde então, sua formação passou por alterações até chegar nas 15 integrantes atuais. Formado exclusivamente por meninas, foca em coreografias de grupos de K-pop femininos. Um dos objetivos é manter o conceito flexível para que cada integrante possa mostrar seu potencial. Por ter uma grande quantidade de integrantes, o grupo consegue fazer apresentações em subgrupos ou com o time inteiro, abrindo um leque de possibilidades ainda maior.

Eleven

O Eleven é um grupo de dança de Recife focado na realização de covers de K-Pop. Formado em 2018, tinha a intenção de juntar amigos de diferentes grupos para realização de um projeto com onze integrantes, dando origem ao nome. A ideia inicial de uma apresentação única mudou com o surgimento de novos projetos ao longo do ano, até que se tornou mais consolidado e agora conta com duas units: o Eleven Boys e o Eleven Girls.

Hachi Machine

O Hachi Machine foi criado a partir da junção de dois grupos: Hachi Girls e Trouble Machine. Eram dois grupos que tinham conceitos e interesses parecidos e à medida que foram se conhecendo, foram gostando cada vez mais do resultado dessa junção. Então, em 2014, debutaram com a música “Mr.”, de Girls’ Generation. O grupo gosta de dançar principalmente músicas agitadas com coreografias marcadas e fortes.

Deixe seu comentário