Já foi-se o tempo em que móveis de rattan só cabiam na varanda ou na casa de praia. Hoje, com design contemporâneo, as peças de fibra trançada circulam pelos espaços nobres da casa: sala de estar, de jantar e até o home office.

Na decoração de interiores, a trama adiciona textura e linhas curvas, que distraem o olhar. Por isso os decoradores usam muito o recurso de colocar uma peça de rattan em ambientes mais “clean”.

O contraste quebra o ar mais frio dos móveis contemporâneos. Dependendo da peça escolhida, também se consegue um toque étnico.

Com desenho atualizado, a poltrona de balanço Havana adiciona aconchego ao ambiente.O ratran fino trançado nas laterais remete às tradicionais cadeiras de palhinha. O conforto é garantido pelo estofado em linho.

O carrinho de chá Cebu é sinônimo de praticidade, já que pode ser levado para qualquer lugar da casa. Ideal para servir bebidas e aperitivos em um café da tarde, também fica lindo na sala de jantar, servindo de apoio para louças.

Mesa lateral Cross Cane é o acabamento perfeito para a lateral do sofá, e a companheira ideal da poltrona de leitura. Também funciona como uma charmosa mesa de cabeceira.

Além de servir como mesa lateral, a base para mesa de jantar Aruba, com um tampo de vidro de até 1,20 m, também funciona como mesa de jantar de até 6 lugares.

Natural e sustentável 

O rattan é aconchegante porque remete à natureza. Ele é a fibra de uma palmeira que nasce na Ásia e Oceania, chamada Calamos Rotang. É sustentável, porque tem crescimento rápido – fica pronto para o corte em 4 a 6 anos.

Sua retirada de tempos em tempos até ajuda o desenvolvimento das florestas, porque “desafoga” árvores grandes sufocadas por ele (é uma palmeira trepadeira, que se enrola e sobe nas outras).

Fonte: Blog Cecília Dale