A saúde dos oceanos, que se relaciona com as nossas atitudes, e, que, por sua vez, podem fazer diferença em prol da cidadania. Esse foi o mote central da segunda edição do Conexão Sustentável RioMar realizado na noite dessa terça-feira (6), no Teatro RioMar. O evento contou com as palestras da velejadora Heloísa Schurmann e o ator e embaixador da Unicef, Lázaro Ramos.

Heloísa Schurmann abriu as apresentações contando um pouco da sua história e da família Schurmann, popularmente conhecida por navegar por todos os oceanos do planeta. Ao contrário do que muitos podem acreditar Heloísa conta que não tinha experiência em velejar até que por uma viagem, presente de sua mãe, ao Caribe, ela, o marido e os dois filhos realizaram um passeio de barco e se apaixonaram pelo mar.

Desde então, uniram forças para realizar o sonho de ter sua própria embarcação e viajar pelo mundo. Depois de muita preparação e entrega, a família partiu em direção ao desconhecido. Com as viagens pelos mares, os Schurmann foram surpreendidos com a quantidade de lixo encontrada nas águas por onde navegavam. “Chegamos a velejar por cima de um ‘mar’ de garrafas pet durante dois dias seguidos”, contou estupefata a velejadora.

A tristeza da cena motivou a família a partir para atitudes. Desenvolveram ações educacionais na área de meio ambiente nas praias de Santa Catarina e produção de documentários que buscam conscientizar as pessoas. “Minha visão é otimista sobre a vida. As pessoas despertaram e se deram conta que não existe ‘jogar fora’. É preciso reciclar e reutilizar os recursos disponíveis”, explicou Heloísa Schurmann.

A palestra de Heloísa se fez presente em dona Josélia Borges, de 60 anos, que há cinco é artesã em Brasília Teimosa, Zona Sul do Recife. Com o artesanato veio o aumento da consciência ambiental e todo o trabalho de Josélia é feito com material reciclável. Como um presente para Taís Araújo, esposa de Lázaro Ramos, a artesã confeccionou uma bolsa sustentável feita a partir de fios e lacres de garrafas pet.

A artesã Josélia Borges produziu uma bolsa com materiais recicláveis como presente para Taís Araújo, esposa de Lázaro Ramos.

Já Lázaro Ramos aproveitou sua participação no evento para provocar reflexões na plateia. “Como ator exercitamos o olhar e a percepção. É importante observarmos o outro, as ruas e a cidade”, disse Lázaro em relação à prática da cidadania.

“Tem muito a ver com direitos e deveres. Problemas e soluções. Com tanto estresse, tanta tensão, a gente vai criando camadas e se poluindo também. Acho fundamental nos questionar como ter prazer e preservar?”, instigou o ator.

A servidora pública Vilma Alves faz mestrado em gestão ambiental e também esteve presente na primeira edição do Conexão Sustentável. “Esse tipo de evento tem muito valor porque faz a diferença na vida da população. É um bom exemplo vindo do RioMar. E poder trocar ideias com os palestrantes é muito legal também”, comentou Vilma sobre o debate após as apresentações.

A servidora pública Vilma Alves valoriza eventos como o Conexão Sustentável RioMar por acreditar que sustentabilidade promove qualidade de vida.

Para a diretora de Desenvolvimento Social e Relações Institucionais do Grupo JCPM, Lúcia Pontes, o evento é mais um passo do Grupo em consolidar a agenda de sustentabilidade. “A sustentabilidade não se restringe a apenas ao meio ambiente, mas se faz também estimulando atitudes diárias e atualizando informações. Por isso mantemos o tema sempre na agenda como uma forma de atualizar a pauta e aquecer as discussões sobre os assuntos da atualidade como a saúde dos oceanos e ações cidadãs”, explicou Lúcia.

Grupo JCPM lança manifesto pela sustentabilidade