Sustentabilidade é a forma como nos relacionamos com a terra, com o próximo, conosco. Março é um mês mais que adequado para pensar o tema. É quando comemoramos o Dia Mundial da Água (22) e a Hora do Planeta (24), ato simbólico no qual todo o mundo é convidado a mostrar sua preocupação com o meio ambiente. Pensando nisso, o RioMar Recife realiza, no próximo dia 27, no Teatro RioMar, o evento Conexão Sustentável – Um encontro pelo amanhã, hoje. O objetivo é debater questões como economia sustentável, futurismo e ecossistema.

Entre os debatedores, o ator Marcos Palmeira que, além de atuar, tem um projeto voltado ao empreendedorismo sustentável; Lala Deheinzelin, considerada umas das principais futuristas da América Latina, especialista em novas economias; e o professor da Universidade de Pernambuco (UPE) Clemente Coelho Jr., com estudos na área de sustentabilidade e mangue.

Os ingressos custam R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia), à venda na bilheteria do teatro e no site. O evento começa às 18h30. Toda a venda será revertida para o Centro Escola Mangue, localizada no Pina.

Os palestrantes

Marcos Palmeira

O ator Marcos Palmeira, que estrelou grandes sucessos da teledramaturgia brasileira, tem um reconhecido trabalho na área do empreendedorismo sustentável. Marcos possui uma fazenda em Teresópolis, área serrana do Rio de Janeiro, a “Vale das Palmeiras”, onde cultiva alimentos orgânicos. A fazenda, uma das maiores produtoras de orgânicos do Rio, produz mel, laticínios, frutas, verduras e legumes 100% orgânicos. Além da fazenda, ele também é proprietário de um armazém, no Leblon, que comercializa os seus produtos e também de outros produtores.

Marcos Palmeira define esse posicionamento como “alimento ético”, além do simples consumo e ensina: O grande ensinamento que a fazenda me dá é o equilíbrio. Ele, que mora no local, adota um estilo de vida simples, cultivando um dia a dia também sustentável. A fazenda era um sonho antigo do ator que, na infância, frequentava a fazenda do avô, na Bahia, e sempre teve vontade de ter uma granja. O desejo virou realidade em 1997, quando comprou o terreno em Teresópolis.

Lala Deheinzelin

Lala Deheinzelin, autora do livro “Desejável Mundo Novo” (traduzido para inglês e coreano), é pioneira nos estudos da economia criativa e colaborativa no Brasil, tendo ministrado palestras relacionando sustentabilidade e modelos de futuro com experiências de economia criativa em países de quatro continentes. Indicada como uma das futuristas mais importantes do mundo, destaca-se entre três na América Latina e Central. Mundialmente, é considerada uma das 100 mulheres que estão cocriando a nova sociedade e economia.

Criou o movimento Crie Futuros, baseado nos Estudos de Futuro e 4 Novas Economias (criativa, compartilhada, colaborativa, multimoedas), que denominou Fluxonomia 4D. É conselheira especial do United Nation Office for South South Cooperation da ONU.

Em seu trabalho Desejável Mundo Novo (uma brincadeira com o clássico Admirável Mundo Novo, de Aldous Huxley, de 1932), Lala defende uma vida sustentável, diversa e criativa em 2042. “A hipótese que defendemos em Crie Futuros é que nossos sonhos fertilizam o futuro – por isso nos dedicamos a criar e semear futuros positivos, que possam inspirar o desejo de concretizá-los.”, explica em um dos trechos.

Professor Clemente Coelho Júnior

Com graduação em cências biológicas pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, em São Paulo, e mestrado e doutorado em oceanografia biológica pelo Instituto Oceanográfico da Universidade de São Paulo, o professor Clemente Coelho Júnior tem o seu trabalho voltado para áreas como gestão e planejamento ambiental, políticas públicas e desenvolvimento sustentável e ecologia de manguezais. É fundador e presidente voluntário da entidade sem fins lucrativos Instituto BiomaBrasil – Gestão e Conservação de Zonas Úmidas Costeiras Tropicais.

De acordo com o Instituto Chico Mendes (ICMBio), os manguezais são um dos ecossistemas mais produtivos do planeta. Contribuem para a biodiversidade de relevância mundial, asseguram a integridade ambiental da faixa costeira e são responsáveis pelo fornecimento dos recursos e serviços ambientais que sustentam atividades econômicas.

SERVIÇO

Conexão Sustentável – Um encontro pelo amanhã, hoje
Quando: 27 de março, a partir das 18h30
Onde: Teatro RioMar
Ingressos: R$ 30 (interira) e R$ 15 (meia). Renda revertida o Centro Escola Mangue