Hoje é o último dia da exposição do Exército Brasileiro para comemorar o Dia do Soldado, celebrado em 25 de agosto. Estão sendo realizadas várias atividades no RioMar Recife, principalmente, para as crianças, com exposição de viaturas miliares, atendimento médico e pista de combate, além da apresentação da Banda de Música do Comando Militar do Nordeste.

Diversão e conhecimento durante exposição do Exército Brasileiro no RioMar

No estacionamento externo do RioMar, em frente ao Empresarial RioMar Trade Center,  há uma exposição de viaturas militares como carros de combate, ônibus, canhão de artilharia, trator de engenharia militar, todos camuflados e abertos para visitação. Há ainda um Hospital de Campanha, com atendimento pediátrico e “escovódromo” para as crianças praticarem a escovação dos dentes.

O ponto alto é a pista de combate com obstáculos como ponte de três cordas e túnel com rede de camuflagem. Durante o circuito, as crianças podem, inclusive, embarcar numa viatura chamada carro de combate, um transporte de tropas em situações de combate, com capacetes e todo equipamento de segurança.

Na Praça de Eventos 1, no Piso L1, a partir das 12h, os visitantes vão encontrar uma exposição de material militar distribuídos em sete estandes com informações sobre a atuação do exército, além de atendimento médico como aferição de pressão. Ainda haverá um espaço voltado para as crianças, que terão acesso, inclusive, ao material usado na 2ª Guerra Mundial, além de projeção com a divulgação do processo de seleção para os jovens que desejam ingressar na corporação.

Neste domingo (19), mais de 40 músicos da Banda de Música do Comando Militar do Nordeste irão se apresentar, das 16h às 17h.

Dia do Soldado

No Brasil, a data é uma referência ao nascimento de Luís Alves de Lima e Silva, o Duque de Caxias, nascido em 25 de agosto 1803. No período colonial, Caxias foi senador do Império pelo Rio Grande do Sul, além de ser nomeado por Dom Pedro II comandante-em-chefe do Exército em operações. O Duque conseguiu grandes vitórias contra as tropas do ditador paraguaio Solano Lopez, entre os anos de 1866 e 1868, na Guerra do Paraguai, a maior guerra já vista na América do Sul. O Duque de Caxias é considerado patrono do Exército Brasileiro.