Romoaldo de Souza, um café e uma boa conversa

Romoaldo de Souza, um café e uma boa conversa

Ele é muito mais que um coffee lover. Como tudo que faz na vida, estudou, fez cursos e se tornou um especialista. Essa é a ligação do jornalista Romoaldo de Souza com o café. O prazer pela bebida começou em Roma, quando morou na cidade italiana, há mais de vinte anos. Mas, na época, era apenas um consumidor curioso. Virou paixão de verdade quando estava trabalhando como correspondente político em Brasília, pela Rádio Jornal, função que exerce até hoje.

Mas muita gente não sabe o que motivou tanta dedicação. “Sou alcoólatra e, durante o tratamento, em 1994, descobri que precisava substituir o álcool por outra bebida. Não apenas no sabor, mas no cerimonial. Assim, surgiu o café na minha vida, de forma mais intensa”, revela.

A “necessidade” acabou virando uma segunda profissão. Foi quando, há dez anos, convidou o então diretor da Rádio Jornal para tomar um café feito por ele em uma cafeteria em Brasília. “Me cerquei de livros e mostrei um piloto do que seria o programa. Levei para a melhor cafeteria de Brasília e preparei um café para ele. O programa foi aceito! Em julho, completamos dez anos do Café & Conversa”, lembra. O programa de rádio, aliás, é o único sobre café no Brasil. Diariamente, às 17h30, Romoaldo convida os ouvintes da Rádio Jornal para uma conversa sobre a bebida.

O colunista político fez vários cursos, entre eles o de barista. Hoje, atua como juiz em campeonatos de baristas. Muita gente pergunta porque ele não investe de vez na área. A resposta é direta: “Não há como conciliar com o jornalismo político. Meu telefone é ligado 24 horas. A minha escolha é ser jornalista. O café é uma paixão que acabei, de certa forma, profissionalizando, mas não é como o jornalismo”, afirma.

No dia 19 de abril, Romoaldo estará, mais uma vez, participando do Circuito do Café RioMar. Ele dará uma palestra gratuita no Teatro Eva Herz, da Livraria Cultura, a partir das 19h. Além de falar sobre a história do café, de como chegou ao Brasil, ele dará dicas preciosas: como se descobre se um café é bom ou ruim; a temperatura adequada; o jeito certo de preparar. E claro, ao vivo, vai passar para o público um bom café coado. Afinal, conversa com Romoaldo, sem café, não existe. Aliás, a gente revela aqui um segredo: ele sempre anda acompanhado de um bom café e uma cafeteira!

Como participar? É só se inscrever no site. As inscrições estão sujeitas à capacidade do teatro (180 lugares).

A palestra de Romoaldo acontece durante a abertura do Circuito do Café, evento realizado no RioMar entre os dias 19 e 30 de abril com a participação das cafeterias do mall. Na maioria dos menus, há opções da bebida mais uma comidinha harmonizada especialmente com o café servido.

Conheça os menus do Circuito do Café RioMar

Deixe seu comentário