Conexão Sustentável: Carlos Burle dá exemplo de vida sustentável

Conexão Sustentável: Carlos Burle dá exemplo de vida sustentável

“Minha história é diferente do que todo mundo pensa. Eu sempre quis qualidade de vida e encontrei no surf uma ferramenta de equilíbrio e que me conectasse com a natureza.” Carlos Burle, campeão mundial de ondas gigantes, encontra no mar o seu propósito de vida, e, no próximo dia 3 de junho, irá participar do Conexão Sustentável, evento promovido pelo RioMar Recife, no Teatro RioMar, a partir das 19h, para debater a saúde dos oceanos.

Para o surfista, o meio ambiente não suporta mais o modo de produção atual das economias do mundo. “A industrialização e a transformação do processo de negócios funcionaram e foram importantes durante um tempo. Facilitaram a nossa vida e até expandiram a perspectiva de idade das populações. Mas em contrapartida, algumas soluções para a época como o plástico, por exemplo, hoje é um desafio para que as sociedades encontrem outros materiais que não danifiquem os ecossistemas”, disse Carlos.

O campeão de surf também comenta que as intervenções humanas sobre o meio natural inevitavelmente irão retornar de foma negativa para as civilizações. “Acredito muito que as pessoas só dão valor quando perde. Quando a gente tem tudo, não valorizamos. São as necessidades e as fases críticas que nos transformam”, reflete Carlos Burle.

O esportista acredita que o pensamento das novas gerações está diferente do que acreditavam as pessoas de décadas passadas. “Hoje percebo a juventude falando sobre sustentabilidade e preocupada com os impactos de suas ações. Meus filhos já conversam comigo sobre ser sustentável. Coisa que eu não tinha com o meu pai, por exemplo”, afirma Burle.

Mas Carlos alerta. “Minha vida é global. Com o surf e o legado que o esporte me deu, eu viajo o mundo todo, e fico muito triste ao chegar a pontos isolados do globo, ilhas e locais inóspitos, e que, por incrível que pareça, observo lixo depositado lá. É de partir o coração”, lamenta o surfista.

Como alternativas, Burle propaga a ideia do autoconhecimento como impulsionamento para novas posturas. “Somos parte de um único organismo. Nossas atitudes estão interligadas junto ao planeta. Devemos primeiro mudar as nossas ações e assim contagiar as outras pessoas. É como uma corrente que vai se tornando cada vez mais forte”, conclui Carlos Burle.

Recifense, Carlos Burle atualmente mora no Rio de Janeiro de frente para o mar. Entre seus hábitos, alimentação orgânica e busca pela elevação da consciência. “Aos 51 anos me sinto feliz e realizado. Pertenço a uma comunidade de amigos onde compartilhamos os espaços e somos cercados de abundância de amor, carinho e educação”. Fica a dica 😉

Conexão Sustentável

Atualmente, cerca de 40% dos oceanos são considerados densamente afetados por ações do homem, e para discutir este tema tão importante acontece o Conexão Sustentável RioMar, com a participação do campeão de surf e ativista ambiental Carlos Burle, do analista de conservação no Programa Marinho do WWF Brasil, Vinícius Nora, e da apresentadora e Defensora da ONU Meio Ambiente Brasil na Campanha Mares Limpos, Fe Cortez.

O evento acontece no próximo dia 3 de junho, no Teatro RioMar, a partir das 19h. A data reforça o Dia Mundial dos Oceanos, comemorado no dia 8 de junho, estabelecido pela Assembleia Geral das Nações Unidas. Um momento importante para debater um tema vital para o meio ambiente.

Os ingressos custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia), à venda no site e na bilheteria do teatro.

Deixe seu comentário