A próxima atração dos “Clássicos Cinemark” é daquelas que agrada a família inteira, sem exceção. Em programação especial, a Rede Cinemark traz às suas salas “O Rei Leão” (1994) nos dias 30 de outubro e 2 de novembro, às 20h. O longa de animação dos estúdios Disney entra na programação da rede em 32 complexos, inclusive no Cinemark Recife.

A temporada de clássicos do segundo semestre ainda contará com “O Bebê de Rosemary” (1968), em novembro, e “Um Corpo que Cai” (1958), em dezembro. Os filmes, que agradam o mais variado público e trazem uma sensação de nostalgia às salas de cinema, são exibidos sempre na última terça-feira do mês.

Os ingressos podem ser adquiridos no site do Cinemark ou na bilheteria. Os valores variam entre R$ 8 (meia) e R$ 16 (inteira). Clientes Cinemark Mania têm 50% de desconto no preço da entrada.

O filme 

O jovem leão Simba (Matthew Broderick) sente-se culpado pela morte do seu pai, o rei Mufasa (James Earl Jones), e resolve fugir do seu reino. Porém, o que Simba não sabia era que o assassinato de Musafa foi planejado pelo seu próprio tio Scar (Jeremy Irons), que queria tomar o poder.

Curiosidades 

Bilheteria
Em 1994, o longa saiu de cartaz como a maior bilheteria do ano e a segunda maior bilheteria de todos os tempos, perdendo apenas para “Jurassic Park”.

Inspiração
O filme é inspirado na peça teatral Hamlet, de Shakespeare, em que um jovem príncipe tem sua vida e posição ameaçadas quando seu tio mata seu pai e assume o trono. Timão e Pumba representam os amigos de Hamlet, Rosencrantz e Guildenstern.

Cenário
Para a criação da animação, a equipe da produção viajou para o Parque Nacional Hell’s Gate, na África, para pesquisar o cenário do filme e os animais que comporiam a obra.

Prêmios
“O Rei Leão” foi lançado em 15 de junho de 1994. Na época, recebeu excelentes críticas pela música, enredo e animação, ganhando vários prêmios, como o Oscar de Melhor Trilha Sonora Original (Hans Zimmer) e o de Melhor Canção Original (“Can You Feel the Love Tonight”, de Elton John e Tim Rice). O longa também recebeu o Globo de Ouro de Melhor Filme Comédia ou Musical.

Renda
O filme foi relançado em 3D, em 2011, e chegou a 987 milhões de dólares em bilheterias ao redor do mundo, tornando-se a animação desenhada à mão de maior bilheteria de todos os tempos. Atualmente, é a 30ª maior bilheteria da história.