Para montar mesas em datas especiais, nós sempre buscamos inspiração nas lendas e histórias originais do evento. No caso da Páscoa, todos sabem que, na tradição católica, é quando se celebra a ressurreição de Cristo. Então, o que coelhos e ovos de chocolate tem a ver com ela?

Como quase todas as datas católicas, a Páscoa também tem origem pagã. No Hemisfério Norte, ela também marca o início da primavera. Os coelhos são os primeiros animais a sair das tocas, logo que derrete a neve, e por isso acabaram se tornando um símbolo de renascimento, e, claro, fertilidade, pela velocidade em que ser reproduzem.

Na antiguidade, já existia o hábito de presentear a família e os vizinhos nessa época com ovos de galinha pintados, símbolo de fertilidade e prenúncio de uma boa colheita. As cores vivas simbolizavam os frutos e flores que estavam brotando.

A lenda

Diz a lenda que em um certo domingo de Páscoa, uma camponesa pintou alguns ovos para presentear os filhos e deixou secando no jardim. Um coelho, recém-saído da toca, passou por ali e, curioso, acabou remexendo nos ovos. Quando as crianças chegaram e viram o bichinho fugindo e os ovos espalhados, acreditaram que tinha sido ele quem deixara os presentes. A mãe gostou da ideia e incentivou a crença, que passou aos poucos a ser uma grande brincadeira de Páscoa. Bem alegre, como deve ser uma comemoração da vida.

A decoradora Cecília Dale, que tem loja com seu nome no RioMar, traz algumas inspirações de como montar uma mesa para o almoço de Páscoa.

Como domingo é o dia em que acordamos um pouco mais tarde, esse café da manhã com cara de almoço é a refeição ideal também. Aqui, Cecília dá algumas dicas de como montar uma mesa especial para o despertar do Domingo da Ressurreição.

Fonte: Blog Cecília Dale