Acne na mulher adulta: entenda a razão e como cuidar
Foto: Getty Images

Acne na mulher adulta: entenda a razão e como cuidar

Por Beatriz Maia
Do RioMar Recife

Desde a adolescência, a acne está presente na vida de muitas pessoas. Porém, quem já não ouviu que isso é apenas algo momentâneo? Talvez só precise se preocupar com isso por alguns anos. A questão é que, quando chega a vida adulta, algumas peles não voltam a ser como eram antes. Na verdade, a acne pode continuar ou até mesmo surgir na sua fase adulta.

Apesar do problema não ser um defeito e não definir quem você é, a realidade é que se tornou comum encontrar casos de baixa autoestima entre pessoas de pele acneica. Afinal, a fase adulta é quando a vida não para, nos relacionamos com pessoas, trabalhamos, estamos constantemente nos expondo, portanto, é natural querer se sentir bem com seu próprio visual.

Para nos ajudar a entender melhor sobre as complicações da acne na mulher adulta, o Viva RioMar conversou com a Dra. Sarita Martins. A dermatologista é especialista na área e possui doutorado sobre doenças infecciosas. Aqui, ela nos conta qual a diferença entre a acne adulta e adolescente, além da melhor forma de cuidar da pele.

Acne na mulher adulta

“Caracteriza-se pela presença de lesões inflamatórias típicas de acne no mento (região situada na parte inferior do rosto, que dá forma ao queixo) e pescoço em mulheres acima dos 25 anos. Esse quadro leva a um grande desconforto, prejudica as relações pessoais (…) As causas ainda não foram completamente elucidadas. Sabe-se que os hormônios andrógenos estão envolvidos, associados a outros fatores como hereditariedade, estresse, exposição ultravioleta, obesidade, alimentação, tabagismo e presença de doenças endócrinas.” explica a Dra. Sarita.

A médica também fala sobre como esse é um dos casos que mais chegam ao consultório. Além disso, chama atenção para a diferença entre a acne adolescente e adulta. “A acne do adolescente é mais polimorfa e compromete todo o rosto. Você vê comedões (cravos) abertos e fechados, pápulas, pústulas e nódulos em toda face, algumas vezes também na região anterior do tórax e nas costas. Já a acne da mulher adulta as lesões são localizadas mais no mento, linha da mandíbula e pescoço, e são mais pápulas eritematosas (áreas inflamadas) e nódulos”.

Como tratar a acne adulta

Consultar um profissional é indispensável para essa etapa ter sucesso. Conhecer a sua pele vai muito além de apensas uma consulta. A Dra. Sarita nos explica a importância de identificar se existe alguma alteração hormonal ou condição pré-existente que possa ajudar a desencadear a acne. “Conhecido e tratado o que desencadeou, o tratamento tópico é basicamente o mesmo da acne do adolescente. Dependendo da intensidade, faz-se necessário também associar alguma medicação oral“, esclarece a dermatologista.

Alimentação

Um dos fatores que impactam no desenvolvimento da acne adulta é a alimentação. Além de uma dieta rica em alimentos com uma alta carga glicêmica poder contribuir para o aparecimento de lesões de acne na mulher adulta, a Dra. Sarita aponta que, na prática diária, foi notado uma grande relação entre o uso de suplementos alimentares ricos em aminoácidos, como Wheyprotein, por exemplo, e o surgimento da acne.

“Um estudo realizado com 30 participantes que faziam uso de Wheyprotein mostrou que, após dois meses de uso, 100% dos usuários desenvolveram acne inflamatória do grau III ou apresentaram agravo de algum quadro preexistente. Outros aminoácidos, como a lisina, arginina, leucina, iso-leucina e caseína, são também capazes de estimular os sebócitos, e consequentemente a acne.”

HOPE: cuidados com os olhos devem ser redobrados no verão

Deixe seu comentário