O modo como é possível compreender o universo hoje se deve a um homem que não se sobressaiu no colégio e que aos 21 anos ouviu dos médicos que não passaria dos 23. O físico britânico Stephen Hawking morreu nesta quarta-feira (14) aos 76 anos e sua vida foi um exemplo de superação e coragem. Soube como ninguém traduzir para uma linguagem acessível princípios complexos de cosmologia, sobretudo os mistérios que cercam os buracos negros.

Livros como “Uma Breve História do Tempo”, “O Universo Numa Casca de Noz” e “Buracos Negros” permitem ao público viajar por entre as estrelas e absorver conceitos caros à física teórica, e tudo como o bom humor peculiar de Hawking. Os exemplares podem ser encontrados nas livras Cultura e Saraiva, no RioMar Recife. É possível encontrar títulos a partir de R$ 19,90.

Stephen Hawking nasceu em Oxford no dia 8 de janeiro de 1942. Ocupou durante três décadas (1979-2009) a Cátedra Lucasiana de Matemática em Cambridge, a mesma que Isaac Newton. Hawking inspirou um filme sobre sua vida e obra, “A Teoria de Tudo”.